Postagens mais visitadas

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

PICO DA BANDEIRA

Nossa maior aventura até esta data foi sem dúvida nossa subida ao Pico da Bandeira.

Um pouco sobre o Parque.

"Localizado na Serra do Caparaó, na divisa dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo, o Parque Nacional do Caparaó é um dos ícones do montanhismo no Brasil e abriga o terceiro ponto mais alto do País, o Pico da Bandeira, que tem 2.892 metros de altitude. Além dele, estão na Unidade de Conservação (UC) cinco dos dez picos mais altos de todo o território nacional.

A Unidade abrange um território de aproximadamente 31,8 mil hectares. Cerca de 80% do parque está no estado do Espírito Santo. Os maiores picos ficam na divisa dos estados, destacando-se o Pico da Bandeira, com 2.892 metros, o Pico 2 ou Pico do Cruzeiro, com 2.852 metros, o Pico do Calçado com 2.849 metros e o Pico do Calçado Mirim com 2.818 metros.

A Serra do Caparaó é uma das mais representativas áreas de preservação da mata atlântica em território Capixaba. O Parque guarda amostras singulares de campos de altitude (tipo de vegetação peculiar, cujas características são fortemente influenciadas pelas condições de solo, clima e altitude do maciço do Caparaó), relevante patrimônio geológico, além de proteger nascentes de três importantes bacias hidrográficas (Rios Itabapoana, Itapemirim e Doce) e diversas espécies endêmicas e ameaçadas de extinção da fauna e flora.

Dispõe de um amplo sistema de trilhas, sinalizadas, auto guiadas de curto, médio e longo percurso e com diferentes níveis de dificuldade, facultando assim a utilização por diferentes tipos de usuário para caminhadas por meio a florestas e campos de altitude. As principais trilhas levam ao Pico da Bandeira, que pode ser conquistado tanto pela trilha da vertente capixaba (Trilha Casa Queimada - Pico do Calçado – Pico da Bandeira) como pela vertente mineira (Trilha Tronqueira – Terreirão - Pico da Bandeira). Ambas as trilhas permitem ao visitante conhecer outros atrativos e lugares de grande beleza cênica e contemplativa da Unidade, além de realizar a famosa travessia no percurso entre os dois estados da UC (travessia ES/MG ou MG/ES).

No parque o visitante pode contar ainda com quatro áreas de acampamentos localizadas na parte alta da Unidade de Conservação, sendo pela portaria de Alto Caparaó em MG, os acampamentos da “Tronqueira” e “Terreirão” - e pela Portaria de Pedra Menina no ES – os acampamentos da “Macieira” e “Casa Queimada”. Os acampamentos do parque são estruturados com postos de funcionários, banheiros públicos, lava-pratos, mesas, bancos e churrasqueiras, estas últimas disponíveis apenas no acampamento da “Macieira”.

Nossa Aventura.

Depois de muitos preparativos chegamos no dia 23 de julho na cidade Alto do Caparaó, situada a 341,9 km de BH pela BR 262 e via  BR 381, sendo 5;30 h de viagem.


A cidade é pequena mas aconchegante para o turista que vai à procura do Pico da Bandeira, ou mesmo para visitas aos diversos parques que ali estão presente. Por ser circundada de montanhas, é uma cidade com clima agradável a frio.





No dia seguinte por volta das 14 h seguimos ja preparadas para o parque.
A subida é de carro até um local chamado Tronqueira, onde os carros ficam ali estacionados.

Nossa primeira subida consistia de 3,7 km até no acampamento do Terreirão, onde acamparíamos até a subida final em direção ao pico.
E assim lá fomos nós!
Nosso grupo contava com oito pessoas : Cyntia, Laura, Sophia, Rachel, Laura, Vinicio, Thiago e Pedrinho.
Perlo caminho até o Terreirão já pudemos sentir as dificuldades que enfrentaríamos por quase todo percurso: subidas fortes, muitas pedras pelo caminho, um frio que ia aproximando, mas com paisagens de tirar o fôlego.




Pelo caminho se encontram muitas pessoas subindo ou descendo, o que não torna a trilha vazia e silenciosa.
A maior dificuldade desta parte da subida é sem dúvida o peso das mochilas.
Durante a trilha é possível abastecer garrafas de água com as nascentes e cachoeiras próximas à trilha




É impossível subir sem fazer paradas para as fotos uma vez que a paisagem é de extrema beleza.


Sophia, Pedrinho, Thiago



Rachel e Vinício



Impossível não sair tirando fotos de tudo!
Cynthia e Débora

Chegamos no Terreirão em torno das 18:00 h e já estava escuro. 
Hora de montar as barracas e nos aquecermos. O frio já estava bem intenso e foi necessário colocarmos todas as roupas disponíveis! O frio chegou a 7 graus neste dia no Terreirão, que é considerada até amena para a época do ano.




Ficamos acampados até às 2 h da manhã, quando tomamos um lanche reforçado e partimos para a subida até o Pico da Bandeira. Do Terreirão até o Pico, são mais 4,2 km de trilha pesada, com pedras grandes e muito íngremes, mas nada impossível. O maior desafio é mesmo o frio e a escuridão.



Prontos para continuar a subida.

Na subida acabamos retirando algumas das roupas, pois realmente dá pra suar.É recomendado retirar as roupas para não molharem de suor, pois roupas molhadas lá encima pode ser bastante desagradável e congelante!
Os últimos 300 m são bem cansativos e requer bastante condicionamento físico.

A chegada!

Chegamos exatamente às 5:50 h da manhã no topo. O frio agora era o desafio. Esperar o Sol nascer e cumprir nossa meta!
Em poucos minutos, lá vem ele chegando de mansinho dando a graça de sua nobreza. Um ponto amarelo surge por trás das nuvens já trazendo claridade e nos dando bom dia!







Aqui o desafio foi assistir ao espetáculo a -5°C
Débora, Sophia, Rachel, Vinício, Cyntha


Depois, foi só curtir o momento e aproveitar o cenário para tirar muitasss fotos!!!
Pedrinho



Thiago









Cynthia guerreira!


Iniciamos a descida por volta das 7 h e só assim pudemos assistir e contemplar a divina paisagem que percorremos até o pico, uma vez que subimos na madrugada. O caminho realmente e bem difícil, mas nada impossível. Requer mais cuidado, uma vez que a trilha é de pedras de vários tamanhos.



Hora que bateu o cansaço





























Finalmente de volta ao Terreirão. Muito cansadas, agora era juntar todas as coisas, recarregar mochilas e partir para a Tronqueira.

Chegamos na Tronqueira realmente muito cansados, mas com a satisfação de meta cumprida.
Foi uma aventura e tanto que jamais esqueceremos.Cada detalhe foi muito bem pensado e curtimos demais.Guardaremos para sempre na memória e nossos corações.

Para quem quiser assistir ao vídeo desta aventura. 

Acesse: https://www.youtube.com/watch?v=Y6ycefXME2I

Neles vamos curtir mais fotos e cada detalhe. 




"
"Alcançar seus objetivos requer querer, 

esforço e determinação"

Um comentário:

  1. Muito linda esta "aventura", como vc diz. Parabéns pelo blog! Cada vez você surpreende mais a gente. Sua capacidade de filmar, montar blog, fazer montagens e vídeos, leva-nos a crer em sua habilidade e competência, que vem sendo a cada momento revelada. Parabéns por tudo. Você é espetacular. Te admiro minha primogênita(fora as nossas b...)Rssss.

    ResponderExcluir